Anteriormente limitado a negócios e profissionais liberais registrados até o ano passado, o Jizokuka Kyufukin (持続化給付金) passa a ser acessível a registros realizados até o mês de março deste ano. Voltada para pequenas e médias empresas e autônomos, a ajuda emergencial do governo japonês visa reduzir o impacto da pandemia do novo coronavírus em negócios de pequeno porte.

Pessoas físicas e jurídicas que se enquadram na categoria precisam provar que houve queda de 50% ou mais nas vendas a partir do mês de abril, quando o governo decretou o Estado de Emergência em todo o país, recomendando a todos os negócios essenciais a fechar suas portas. A ajuda pode chegar até ¥1 milhão para autônomos e até ¥2 milhões para empresas. O valor a que cada negócio tem direito é calculado automaticamente na hora da solicitação do auxílio.

Todo o procedimento para a solicitação da ajuda pode ser feita online desde o último dia 23. Segundo o site NHK News Web, o tempo de análise dos pedidos deve ser maior que as duas semanas dedicadas aos pedidos feitos por negócios estabelecidos desde o ano passado.